• Dra. Ana Beatriz Matos

Mitos e fatos sobre o câncer de mama - parte 2

Atualizado: Jan 27


Hoje falo mais um pouco sobre os mitos que envolvem o Câncer de mama!

Mito: Se eu tiver câncer de mama, vou precisar de uma mastectomia.

O estágio do seu câncer, seu histórico médico pessoal e sua preferência pessoal determinarão o tipo de cirurgia adequada.

A cirurgia conservadora da mama é um tratamento cirúrgico eficaz para câncer de mama quando é possível a preservação da mama, principalmente em Câncer no estágio inicial. Este tratamento será complementado com a radioterapia, com a mesma eficácia da retirada completa da mama.

Muitos estudos têm demonstrado que a cirurgia conservadora tem os mesmos resultados de sobrevivência da mastectomia.

Mito: Se eu tiver câncer de mama, eu preciso de quimioterapia.

A quimioterapia não é automaticamente incluída em um plano de tratamento do câncer de mama. Seu caso deve atender a critérios específicos para que seu médico recomende a quimioterapia.

Mito: A radioterapia fará com que meu cabelo caia.

A radiação direcionada ao tecido mamário não causa perda de cabelo. A radiação terapêutica para a mama pode causar alterações locais, como escurecimento e espessamento da pele, bem como fadiga.

Mito: Eu tenho câncer de mama, meus filhos terão câncer de mama.

Se você já parou de menstruar e não tem antecedentes familiares de câncer de mama, as chances de você ter um traço genético herdado e transmitir aos seus filhos são extremamente baixos.

Se você estiver em fase pré-menopausa (ainda tendo ciclos menstruais) e desenvolver câncer de mama, a probabilidade de você ter uma característica hereditária que aumentaria o risco de desenvolver câncer de mama pode ser maior. Contudo cada caso deve ser avaliado individualmente, o seu médico irá discutir estes riscos com você.

Mito: Há uma história de câncer de colo uterino em minha família, por isso tenho risco aumentado de câncer de mama.

O câncer de colo de útero não está associado a traços genéticos que aumentam o risco de câncer de mama. Mas no caso de câncer de ovário, este pode aumentar o risco de câncer da mama. Portanto, você deve estar ciente do tipo específico de câncer ginecológico ("feminino") de seu(s) parente(s) e compartilhar essas informações com o seu médico.

FONTE:

1- Breast 360.org - https://breast360.org/en/

2- Sociedade Brasileira de Mastologia


C O N T A T O

(11) 2384-2313  | (11) 99320-0163

Av. Ordem e Progresso 157 cj. 303-305

Barra Funda - São Paulo / SP

CEP 01141-030

L O C A L I Z A Ç Ã O

  • Instagram - White Circle
  • Facebook - Círculo Branco
  • LinkedIn - Círculo Branco

Atendimento particular

Produzido com ♥ por Fever Marketing Médico

Este site está de acordo com as regras de publicidade médica do Conselho Federal de Medicina - Resolução CFM 1974/11.