• Universo Médico Bayer

Como aliviar os sintomas da cólica menstrual?

Atualizado: Jan 27


As cólicas menstruais, que visitam mensalmente grande parte das mulheres em idade fértil, não precisam ser um transtorno eterno. Caso as fortes dores não tenham nenhuma causa orgânica ou patológica, algumas atitudes e mudanças de hábitos podem te ajudar a passar pelo período menstrual sem sofrimento.

É possível prevenir ou amenizar as cólicas menstruais ao longo de todo o mês, mantendo uma alimentação saudável e equilibrada, ingerindo todos os nutrientes necessários e sem pular refeições. Praticar exercícios físicos com frequência também colabora para a redução do fluxo menstrual e de possíveis processos inflamatórios, graças à liberação da endorfina, o hormônio que gera a sensação de satisfação.

Uma técnica antiga, simples e eficiente é colocar uma bolsa de água quente na região pélvica quando a cólica começar a dar sinais de que está vindo, pois o calor dilata os vasos sanguíneos, relaxando e diminuindo a dor.

Se as cólicas menstruais persistirem e se mostrarem severas, procure seu ginecologista, apenas um especialista pode diagnosticar a causa da dor e receitar o melhor tratamento.

Fonte: UNASUS/UNIFESP-SP; Dismenorreia. Disponível em: < http://www.unasus.unifesp.br/biblioteca_virtual/esf/1/casos_complexos/Amelia/Complexo_05_Amelia_Dismenorreia.pdf >. Acesso em 20 de fevereiro de 2014. MEDICINANET; Cólica Menstrual. Disponível em: < http://www.medicinanet.com.br/conteudos/revisoes/2053/colica_menstrual.htm>. Acesso em 18 de fevereiro de 2014 >. Acesso em 18 de fevereiro de 2014.

#adolescente #exercício #Ginecologia #cólica

C O N T A T O

(11) 2384-2313  | (11) 99320-0163

Av. Ordem e Progresso 157 cj. 303-305

Barra Funda - São Paulo / SP

CEP 01141-030

L O C A L I Z A Ç Ã O

  • Instagram - White Circle
  • Facebook - Círculo Branco
  • LinkedIn - Círculo Branco

Atendimento particular

Produzido com ♥ por Fever Marketing Médico

Este site está de acordo com as regras de publicidade médica do Conselho Federal de Medicina - Resolução CFM 1974/11.