• Dra. Ana Beatriz Matos

O que são mamas densas?


Tenho mamas densas! O que isso significa?

Muitas mulheres são informadas de que têm “mamas densas” em suas mamografias, mas a maioria não tem certeza do que isso significa.

.

A densidade mamária refere-se à composição da mama da mulher, e é dada pela proporção entre o tecido fibroso e glandular (que são o tecido que sustenta as mamas e suas glândulas) e o tecido adiposo (a gordura).

.

O tecido mamário fibroso e glandular visto em uma mamografia é branco. O tecido adiposo, a gordura, em uma mamografia aparece escuro.

.

Uma mulher com mamas densas terá mais tecido fibroso e gandular do que gordura em sua mama e, portanto, sua mamografia aparecerá mais branca. Uma mulher cujo tecido mamário é principalmente substituído por gordura terá uma mamografia que fica mais escura.

.

Existem 4 categorias de densidade da mama, desde mamas predominantemente gordurosas à mamas extremamente densas.

Imagem: National Cancer Institute

.

Como a densidade do tecido mamário afeta a capacidade do radiologista de detectar câncer de mama?

.

Um nódulo suspeito pode aparecer uma lesão branca em uma mamografia, calcificações, que às vezes podem estar associadas a câncer de mama ou carcinoma ductal in situ (CDIS), também aparecem brancas em uma mamografia, portanto se o tecido mamário da paciente é denso, ou seja predominantemente branco, pode dificultar a visualização dessas lesões.

.

Para mulheres com tecido mamário muito denso, outros métodos de rastreamento para detecção de câncer de mama podem ser recomendados além da mamografia.

.

Alguns métodos disponíveis são:

• Mamografia em 3-D, ou tomossíntese, gera uma imagem mais detalhada da mama usando imagens bidimensionais reconstruídas.

• A ultrassonografia é outra ferramenta que pode ajudar muito em casos de aumento da densidade da mama, para complementação do exame mamográfico.

• A ressonância magnética é outra ferramenta que pode mostrar imagens muito detalhadas da mama e pode ser útil no cenário de alta densidade da mama em pacientes cujo risco ao longo da vida para o desenvolvimento de câncer de mama é superior a 20%.

.

Quando se comparam mulheres com mamas extremamente densas a mulheres com mamas gordurosas, o risco de desenvolver câncer de mama no primeiro grupo aumenta em 4 a 6 vezes. Dessa forma, conhecer a densidade de um tecido mamário é uma ferramenta para o médico definir a melhor maneira de realizar o rastreamento do câncer de mama e auxiliar nas escolhas de estilo de vida saudável para reduzir o risco de câncer de mama de sua paciente.

.

Consulte seu médico e realize seus exames de rotina!

FONTE: https://breast360.org/

Dra. Ana Beatriz Matos

CRM 141-427

#mamas #câncerdemama

C O N T A T O

(11) 2384-2313  | (11) 99320-0163

Av. Ordem e Progresso 157 cj. 303-305

Barra Funda - São Paulo / SP

CEP 01141-030

L O C A L I Z A Ç Ã O

  • Instagram - White Circle
  • Facebook - Círculo Branco
  • LinkedIn - Círculo Branco

Atendimento particular

Produzido com ♥ por Fever Marketing Médico

Este site está de acordo com as regras de publicidade médica do Conselho Federal de Medicina - Resolução CFM 1974/11.